quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Notícias missionárias dos “Países Bálticos”

            Ficamos felizes em mais uma vez chegar até você, que tem dedicado parte do seu tempo em interceder por nós e por outros missionários que estão ao redor do mundo levando a mensagem de esperança e salvação de Jesus Cristo.
            Com frequência pessoas do Brasil nos perguntam onde ficam os países conhecidos como bálticos, ou seja Estônia , Letônia e Lituânia. Alguns às vezes chegam a cofundir com “países bascos”, “balcãs”, entre outros. Os assim chamados “países bálticos” ficam na região nordeste da Europa. São os únicos três países que um dia pertenceram a União Soviética e hoje são países membros da União Européia. Cada um dos países tem sua própria língua, mas devido a ocupação soviética por cerca de 50 anos, muitos moradores falam russo. A população da Estônia é de 1,5 milhão, da Letônia é de cerca de 2,2 milhões e a Lituânia cerca de 3,4 milhões. Portanto são países pequenos, mas estratégicos politicamente e também espiritualmente.
Reunião de adoração em praia durante o verão da Estônia
            Em carta anterior escrevemos que a Estônia foi considerada em 2011 o país menos religioso do mundo. Não que lá haja perseguição religiosa. Lá sim existe a frieza espiritual, onde a maioria da população disse já ter experimentado o cristianismo em gerações  anteriores e agora diz não acreditar que exista um Deus.
            Na Estônia temos dois missionários da terra, ou seja líderes locais que estão plantando igrejas neste árido campo. Gostaria hoje de colocar diante de você um dos líderes, para que possamos agradecer a Deus pela vida dele e também interceder pelo trabalho por ele realizado. Este jovem líder chama-se Jakob e serve na segunda maior cidade do país – Tartu. Esta cidade é importante porque abriga a maior universidade do país, e para lá se dirigem muitos jovens. Neste contexto Jakob tem plantado uma igreja. Nos meses do último verão (junho a agosto) a igreja dirigida por Jakob realizou um acampamento onde cerca de 160 jovens estavam presentes, sendo que 5 dos presentes aceitaram a Cristo e estão sendo discipulados. Durante o acampamento mais 4 jovens que estavam sendo discipulados foram batizados. Estes parecem ser números pequenos no contexto do Brasil, mas para a realidade daqui é uma grande vitória. Além disso numa cidade que forma os futuros líderes da nação a semente do evangelho tem sido espalhada e cultivada. Nosso missionário agora tem o propósito de no próximo ano iniciar uma nova igreja na capital da Estônia, Tallinn. Vamos nos juntar a ele em oração para que a Estônia deixe de ser o país menos religioso do mundo, passando a ser novamente uma nação que adora e serve o Senhor Jesus.
Batismos realizados em Tartu, Estônia
            Gostaríamos também de pedir suas orações pelos próximos meses. Estamos já no outono e a temperatura por aqui já anda em torno do zero grau. O frio vai cada dia se intensificar chegando por vezes próxima de 30c negativos nos meses de janeiro e fevereiro. Precisamos da proteção de Deus tanto em nossos deslocamentos, quando para nossa saúde. Este é um tempo quando muitos ficam doentes, pois precisamos ficar em ambientes fechados onde os vírus e bactérias se proliferam e por vezes ficamos expostos à baixas temperatura.
            
Por favor intercedam:

Pela saúde física e emocional de nossa família, incluindo sempre o nossos filhos Rhaísa, Guilherme e Ana Sofia;

  • Pelos missionários da terra na Estônia, Letônia e Lituânia;
  • Pela Igreja Batista Templo da Salvação, a qual estamos soerguendo em Riga, Letônia;
  • Pela situação social, econômica e política da Estônia, Letônia e Lituânia;



“Que a graça de Cristo esteja com todos vocês!” Hebreus 13.25

Pr. Hans e Elaine Behrsin


Celebração na Igreja em Tartu, Estônia

domingo, 13 de outubro de 2013

Outono

                Alguém me pergunta: qual é a sua estação do ano preferida? Ora, gosto de todas elas. Quando já estava quase cansado dos longos dias onde o sol brilhava quase 18 horas, das curtíssimas noites de verão, agora chega o outono. As temperaturas já não passam dos 10c. Todas as coisas começam a mudar de cor. Tudo se reveste de uma outra beleza. Daqui a pouco os dias serão tão curtos que as vezes penso que o dia não apareceu, a vida se acabou. A melancolia, tristeza, e outros sentimentos tomam conta de mim. O negócio é ficar em lugares fechados onde a temperatura é sempre agradável. Tomar um bom café ou chá quente. Uma boa sopa. Assim vivemos como num balançar. Um vai e vem. O coração dividido e as vezes duvidoso, mas certo que o que vivemos passa, e uma nova estação chega. O "moderato" chega ao fim e a música assume seu último movimento, o "allegro", que penso que vai durar muito, mas ela também chega ao fim, espero que com um acorde dulcissonante.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Carregando uma cruz em Riga.

“Então Jesus disse aos seus discípulos:"Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.” Mateus 16.24

            A Letônia fica na região nordeste da Europa e ao contrário do Brasil, aqui estamos no final do verão. Devido ao frio intenso no período de outono e inverno, no verão, as pessoas aproveitam para passar o máximo de tempo possível fora de suas casas ou apartamentos. Querem desfrutar o calor, o verde, e o florido da natureza. Temos que levar isto em consideração quando planejamos o trabalho missionário. Assim realizamos atividades fora dos templos ou casas.
            No campo missionário sempre somos levamos a novos desafios. Algumas coisas que somos chamados a realizar às vezes estão fora do que fazemos dia a dia. Também precisamos trabalhar juntos com outros irmãos e irmãs, muitas vezes bem diferentes de nós. Entendemos que Deus nos chama para andarmos juntos, às vezes semeando, outras vezes colhendo o que outros semearam.
            No início do verão, no mês de junho, recebemos em nossa na Letônia e em especial em nossa comunidade, uma pessoa muito especial. Um missionário inglês chamado Lindsay Hamon, cujo ministério é o evangelismo nas ruas das cidades e nas estradas. Para cumprir seu propósito Lindsay carrega uma cruz de quase 30 kg e sai andando pelas cidades. No começo confesso que ficamos muito pensativos quanto a isso. Pensamos, como será a reação de um povo frio como o leto ao ver um homem carregando uma cruz? Contudo ficamos surpreendidos com os resultados. As pessoas, ao serem abordadas por Lindsay, no começo se assustavam, mas depois logo abriam um sorriso e ouviam a mensagem da cruz. Alguns aceitam uma oração e outros também recebiam Cristo. Pudemos andar com ele durante alguns dias e também experimentamos levar a cruz por algumas centenas de metros. Certa vez enquanto conversávamos com uma jovem senhora que estava com seu bebê num parque, a jovem, ao ouvir o evangelho derramou lágrimas, abrindo seu coração para as Boas Novas. Aprendemos que é necessário fazer a vontade do Senhor e não repetir aquilo que muitas vezes achamos verdade ou correto. O próprio apóstolo Paulo afirmou em 1 Coríntios 1.18: “a palavra da cruz é loucura para os que estão perecendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus”
            Mudando de assunto, gostaríamos de agradecer a Deus pela bênção que tivemos em nosso lar ao receber nossa nova filhinha, conformeinformamos em carta anterior. Agradecemos a Deus que Ana Sofia tem crescido com saúde e é muito sorridente. Ela foi um presente que recebemos de Deus. Agradecemos também a Deus porque nossa filha mais velha Rhaísa, que terminou o 2. Grau em maio e passou nos exames de ingresso no curso de medicina na melhor universidade da Letônia. Ela conseguiu, através das notas que tinha, uma bolsa integral para os seis anos do curso. Nosso filho Guilherme agora ingressou no 2. Grau e tem também nos ajudado no ministério na igreja onde servimos.
            Agradeça ao Senhor conosco e continue intercedendo por nós. As lutas são grandes tanto em nossos corações, quanto naqueles que estão ouvindo a mensagem do Evangelho.

Riga, setembro de 2013

Para mais informações sobre Lindsay Hamon: http://lindsayhamon.com/









terça-feira, 4 de junho de 2013

O desenvolvimento humano trouxe consigo o desenvolvimento religioso. Religião é uma coisa humana. Uma tentativa dos mais sinceros e puros de chegar até Deus. Uma tentativa dos espertos de dominar uma porção da população. Jesus vem para frustrar tanto um como o outro grupo. Jesus frustra os religiosos quando afirma que é Deus entre nós. Não é necessário mais buscá-lo através do mecanismo criado pelas religiões. Jesus afirma através de suas palavras que, o que agora funciona (e sempre funcionou) é a graça infinita de Deus. Por que graça infinita? Porque ela abarca a todos. É exatamente quando estamos mais fracos que a graça superabunda. É quando pensamos estar longe de Deus que Ele está conosco, nos levando, nunca nos abandonando.
A graça seja com todos vocês. Heb 13.25

segunda-feira, 29 de abril de 2013

sábado, 30 de março de 2013

Annas Sofijas piedzimšana - Nascimento de Anna Sofia



Presente do amor
(Asaph Borba)

É bem-vindo o fruto do amor
É bem-vindo prá viver
Nossa vida partilhar
Nosso ser enriquecer

É bem-vindo para receber
Tudo o que Deus tem prá dar
Através de nossas vidas
Do viver em nosso lar

É bem-vindo prá gerar em nós
O caráter de Jesus
Instrumento de Deus a ensinar
Doação, a verdade da cruz

Como dádiva tão preciosa
Enviada a nós do céu
Pois nos fez participar
Da criação com Deus

Alegria sem fim flui em nós
Gratidão transbordante, louvor
Experiência sublime sem par
Dom da vida, presente do amor

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012